São cartas Senhor, são cartas! Depois de tocar a campainha, algo acontece. Não é o carteiro, mas há uma carta por abrir.

.posts recentes

. Ironia da realidade - Men...

. A ironia da democracia em...

. Não tenho paciência para ...

. Não tenho paciência para ...

. Não paciência para merdas...

. Ñão tenho paciência para ...

. Love in trash can

. End of watch

. O pecado numa dentada de ...

. Hotel Georgian

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

Quinta-feira, 14 de Setembro de 2006

Destination Unknown

carteiro.gif


Os Pearl Jam são do caralho! Muito obrigado por tão especial prenda de aniversário. Acho que a maior parte das pessoas que estavam no pavilhão atlântico estavam um pouco na expectativa de ver os Pearl Jam depois destes anos todos e com um ligeiro receio do conhecido o efeito do tempo nas bandas de “rock”, que acabam por ficar com a cor um pouco desbotada. Mas a noite foi cheia de cor e luz (e como foi especial o facto de terem tocado … com as luzes acessas. Normalmente a escuridão dos concertos serve de conforto para que as pessoas possam sentir a música sem se preocuparem com a forma como o fazem, mas na segunda-feira, quando olhei em volta, só vi felicidade na cara das pessoas e foi bom sentir a comunhão desse sentimento). O Caçador “queixava-se” que tinha sido um concerto demasiado agressivo, mas não estou nada de acordo. Para mim, foi um concerto à Pearl Jam (desculpem o pleonasmo) . Sei que no caso do Caçador não é isso que está em causa, mas confesso que fico sempre um pouco irritado com aquelas pessoas que dizem que “adoram” os Pearl Jam e depois vê-se que apenas conhecem as melodias mais fáceis, que se contentam com algumas árvores, quando existe toda uma floresta a explorar (sim, esta é uma metáfora aplicável a muitas situações da vida real!). Felizmente no concerto de segunda-feira esteve presente a floresta… Só tenho pena que não tenham tocado a “smile” (que tocaram na terça-feira), pois teria tornado o concerto perfeito.. confesso que fiquei com uma pontinha de inveja das pessoas que foram ver o concerto nesse dia.


 


Setembro é um mês muito especial para mim. Especial no bom e no mau sentido. Mas desde que me lembro, Setembro é um mês marcado pela introspecção e melancolia (ainda mais, perguntam alguns de vocês), em que a mente se afasta do corpo, ou afastam-se os dois. Não sei. Ter nascido em Setembro deve ter alguma influência nisso ( a propósito, os meus parabéns à Fiona que faz hoje – dia 13, 29 anos! ). Não resisto a transcrever um pouquinho de “Pale September”, uma música que captura o “espírito de Setembro”:


 


"Pale September, I wore the time like a dress that year
The autumn days swung soft around me, like cotton on my skin
But as the embers of the summer lost their breath and disappeared
My heart went cold and only hollow rhythms resounded from within"


Isto exige uma explicação científica. Ora deixa cá ver a minha carta astral:


Virgo ascendant Pisces
"Go with the flow" seems to be a Pisces rising motto. They move about the world in a vaguely directionless, gentle manner. They come across as artists and lovers of peace; but their open minds and hearts can give them a chameleon-like persona. Others are not always sure who they'll meet from one day to the next with a Pisces rising person. Although often quiet and shy, another day may find them talkative and passionate. They are hugely impressionable, have a dreamy disposition, and project a soft-hearted personality. Pisces rising sees the world the way they want to see it at any given time, so objectivity is not necessarily a strong point. Neither is decision-making! People with Pisces rising resist any kind of labeling--their characters are changeable, and they don't want to be pinned down or pegged in any way. Theirs is a restless, searching nature that cannot be happy with any one way of living or being. Pisces rising avoids cold, hard facts and harsh realities like the plague. They don't have a decisive plan for tomorrow or even today, preferring to keep things open. Since they change their minds frequently enough, and like to "feel" their way through life, too much organization or structure can be seen as very limiting.


 


Definitivamente: destination unknown… e ainda bem.


 



 


You ask yourself


Where do we go from here


It seems so all too near


Just as far beyond as I can see


I still don't know what this all means to me


 


So you tell yourself


I have nowhere to go


I don't know what to do


And I don't even know the time of day


I guess it doesn't matter any way


 


Life is so strange


Destination unknown


When you don't know


Your destination


Something could change


It's unkown


And then you won't know


Destination unknown



 


 


Esta música prova que quando retiramos a parte visual dos anos oitenta (em particular os cabelos), encontramos coisas bem interessantes. No caso, basta ouvir as diferenças entre a versão original e a cover feita por uma banda que espero que brevemente seja capaz de me dar tanta alegria como os pearl jam. E por sinal, também têm uma simpatia especial por Portugal… estou certo que vocês sabem de quem eu estou a falar!!


 

publicado por O Carteiro às 02:12
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De ocarteiro a 20 de Setembro de 2006 às 10:36
As minhas flores são os meus pensamentos! Alguém consegue bater este grau de pretenciosismo?
Baci pitxuca!
De pitxuca a 18 de Setembro de 2006 às 23:26
Caríssimo carteiro, respondendo à tua metáfora pearl jamiana mas mto longe de alcançar o teu nível de subtileza, espero que já tenhas descoberto plo menos o jardim.
Nem todos os peixes precisam de aquário, anima-te pq a depressão sazonal passa num instante!
beijinhos mto grandes
De Sozinha a 16 de Setembro de 2006 às 02:29
Mesmo não tendo gostado da piada prévia, devo dizer que pelo menos em relação aos Pumpkins devo concordar que nenhum regresso é um regresso sem a totalidade...ou plenitude, como aliás se tornou normal aqui por estes dias (mas estes são outros temas que levam algum tempo a dissertar sobre...)
De ocarteiro a 15 de Setembro de 2006 às 15:26
Para completar o meu raciocínio, já te disse que sou fiel à minha "xixa", sem aditivos de carácter ilícito. Podemos experimentar quando cá voltares.
Quanto ao sr. eng., "não te desgraces", olha que ele é um homem do norte, carago!
De ocarteiro a 15 de Setembro de 2006 às 15:23
Pois eu sou uma cabra! Rica frase! Ok, está ao mesmo nível de eu sou uma macaca (e és benfiquista, não é?!... lol... não resisiti). Baci
Caro Caçador, não estou nada de acordo, os smashing são: billy, james, d'arcy and jimmy. O resto são tretas. O Adore é aceitável, mas não está nem de longe nem de perto ao nível dos albuns (e devaneios) anteriores. "once a pumpkin, always a pumpkin". Hasta
De raul a 14 de Setembro de 2006 às 18:24
zé, é certo que o jimmy e a "crackhead" d'arcy não vão fazer parte da reunião, mas quer dizer... sabes tão bem quanto eu que os smashing eram (e são, pelos vistos) o corgan e o jimmy (in lesser extent). como tal, e pelo menos musicalmente, não espero grandes diferenças, a menos que o corgan decida dar uma de the future embrace e volte ao adore (o que seria fantástico imho)

e já agora, o que é que te deu para andares a ver essas tretas de cartas astrológicas e o diabo a sete? voltaste a fumar daquelas merdas esquisitas? foi o dani não foi... aquele gajo é bad influence ;) dá-lhe um abraço por mim quando o vires! temos é de combianr um café\copo aí na capital... abração
De Sozinha a 14 de Setembro de 2006 às 18:01
Infelizmente, nada mais serei que um singelo macaco...
De ocarteiro a 14 de Setembro de 2006 às 10:51
Caçador, esses 50% são uma perspectiva muito suave acerca dos efeitos das drogas!! Mas devo dizer, que sem james e d'arcy, por mais admiração que eu tenha pelo billy e jimmy, não se pode sequer falar na tal banda!! Abraço
Querida saozinha, confesso que fico surpreendido pela tua defesa do leão... mas já nada me surpreende, qualquer dia ainda vais dizer da mesma forma entusiasta que o teu signo chinês é o dragão!! Baci
PS- Renovo o abraço e os baci, aos fieis comentadores desta caixa postal. E expressamente não envio abraços e baci àqueles que não o fazem!!
De Sozinha a 14 de Setembro de 2006 às 03:37
Se eles vêm aí, já tenho um motivo para me deprimir, ao som de música de qualidade (;)). Se fosses Leão, já não te inquirias tanto sobre o destino, pois estarias traçado única e exclusivamente para a perfeição!
De raul a 14 de Setembro de 2006 às 02:30
YEAH! eles (ou pelo menos, 50% deles) estão de volta! vamos ver é se não dá flop... sim, eu continuo a achar que foi um concerto agressivo, mas muito bom mesmo assim! já não rockava desta maneira (ou pelo menos, de forma consciente) há muito tempo... abraço zé

Comentar post

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.links

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds