São cartas Senhor, são cartas! Depois de tocar a campainha, algo acontece. Não é o carteiro, mas há uma carta por abrir.

.posts recentes

. Ironia da realidade - Men...

. A ironia da democracia em...

. Não tenho paciência para ...

. Não tenho paciência para ...

. Não paciência para merdas...

. Ñão tenho paciência para ...

. Love in trash can

. End of watch

. O pecado numa dentada de ...

. Hotel Georgian

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

A era do consumismo

devilp.GIF


Tenho que confessar a surpresa pela escolha deste tema. Alguns dos meus conspiradores certamente pensarão que existiu alguma sabotagem. Mas não é verdade, este é o tema escolhido pela Branca de Neve.


Falar do consumismo, como acontece da generalidade dos conceitos terminados em “ismo”, não é tarefa fácil. Correndo o risco de parecer contraditório, consumir é tão natural como respirar. Na verdade, respirar também é consumir!


Estejam descansados, não venho pregar nenhuma boa nova!


Consumismo enquanto movimento social, na minha humilde opinião é um mero paliativo do capitalismo. A associação não é assim tão óbvia como hoje parece ser. Na verdade, o consumismo corresponde a um estado evolutivo do capitalismo enquanto modelo económico. Digo isto sem qualquer conotação ideológica, é apenas uma constatação, idêntica à afirmação do capitalismo como modelo económico que assenta na exploração da mão-de-obra pelo capital. Alguém é capaz de refutar isto?


 


Toda a gente consome e todos ficam contentes quando consomem. Esse é segredo. “Consome, consome, mata a fome”!, (Dani, lembraste do nome da banda?).


Para quem tenha alguma memória histórica, basta recordar como é que foi possível ultrapassar as crises do capitalismo enquanto modelo económico no início do século XX. No fundo, tudo se resume ao nosso instinto de sobrevivência. Consumir é sobreviver. Tudo é consumo. Por que raio precisamos de telemóveis com maquinas fotográficas e com video? Segundo a TMN um milhão de portugueses vai precisar! As empresas de rating é que não gostaram muito das previsões de resultados da PT (exemplo acabado do fantástico modelo de economia de mercado que vivemos em Portugal, em que toda a gente acha muito bem que os estudantes paguem propinas, os velhinhos não tenham direito a reforma e que cada um pague os serviços de saúde do seu bolso, mas não acham nada mal que em Portugal exista um proteccionismo escandaloso a certas empresas, de forma a garantir o seu santo lucrinho, e que se pague aos “iluminados” das empresas públicas e parapúblicas salários “galáticos que saiem..hum, dos cofres do Estado ou dos nossos bolsos? Agora você decida.) e acto continuado o PSI 20 veio por ai a baixo. Será que isto tem alguma coisa a ver com a concorrência “real” que a PT começa a sentir, mesmo com o escandalosos proteccionismo que lhe tem sido concedido?


Por vezes dou por mim com pensamentos terroristas/anarquistas, e desejar o colapso do “brave new world” e todas as suas geringonças, no fundo, criar um “Fight Club” para conspirar contra os conspiradores (não traduzam isto para inglês, nem mandem isto para o Expresso ou DN, senão estou tramado com os serviços da CIA!)


Mas voltando a faca para mim, o que eu quero? Não há resposta, o que queria há muito que sei ser impossível. Sou contraditório mas realista na minha contradição. Nesta parte, o meu existencialismo dá um certo conforto! A natureza humana é igual à de qualquer outro animal, apenas temos meios mais sofisticados de sobreviver, mas o mecanismo é o mesmo, a lei do mais forte, matar para não ser morto, etc. Infelizmente, temos a capacidade de nos questionar, e isso é uma grande chatice!


“Lamento” (obviamente que não lamento nada, estou a ser irónico!), mas não resisto a terminar com um momento musical, desta vez ao som de “Do the evolution” dos Pearl Jam (não é só por causa desta música, mas para mim o Yield é o melhor álbum dos Pearl Jam):


 


Woo..


I'm ahead, I'm a man


I'm the first mammal to wear pants, yeah


I'm at peace with my lust


I can kill 'cause in God I trust, yeah


It's evolution, baby


 


I'm at piece, I’m the man


Buying stocks on the day of the crash


On the loose, I'm a truck


All the rolling hills, I’ll flatten’ em out, yeah


It's herd behavior, uh huh


It's evolution, baby


 


Admire me, admire my home


Admire my song, here's my coat


Yeah, yeah, yeah, yeah


This land is mine, this land is free


I'll do what I want but irresponsibly


It's evolution, baby


 


I'm a thief, I'm a liar


There's my church, I sing in the choir:


(hallelujah… hallelujah…)


 


Admire me, admire my home


Admire my song, admire my clothes


'Cause we know, appetite for a nightly feast


Those ignorant Indians got nothin' on me


Nothin', why?


Because, it's evolution, baby!


 


I am ahead, I am advanced


I am the first mammal to make plans, yeah


I crawled the earth, but now I'm higher


Twenty-ten, watch it go to fire


It's evolution, baby (2X)


Do the evolution


Come on, come on, come on


 

publicado por O Carteiro às 01:53
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Branca de Neve a 8 de Junho de 2005 às 15:21
Olá, olá! Já viste Zé...quando eu comento o que escreves há sempre mais alguém que também diz algo, isto é contagiante! Ok, talvez seja falta de modéstia minha...não, não sou assim tão convencida!Ehehehe!
Caro Raul, não sei se parte do que escreveste era para mim, pelo menos pareceu-me, ou então não entendi bem, o que também é uma coisa com elevada probabilidade, mas ainda bem que concordas comigo, assim talvez o jovem Carteiro comece a abordar outros assuntos.
Sem mais assunto...por agora, despeço-me!! Bjitos
De raul a 7 de Junho de 2005 às 23:20
bem, até que enfim que cá escreves... eu ainda comentei um par deles, ams depois como que desapareceste! olha rapaz, também eu acho que devias escrever mais, não só sobre temas da actualidade, mas sim sobre aquilo que te apetecer... abre a torrente... tu escreves bem, deita cá para fora o que sentires na altura em que estiveres para escrever! ou então limita-te a transcrever os teus poemas ;)
grande abraço
De ocarteiro a 7 de Junho de 2005 às 16:51
Querida Branca de Neve,
É sempre um prazer ler os seus comentários, aliás, os únicos que vão surgindo por aqui, apesar de certas pessoas continuarem a insistir que lêem o blog mas não têm coragem para escrever. Também se não têm coragem para escrever no blog, não sei como têm coragem para sair à rua! Em todo caso, prometo tentar escrever sobre o que me apetecer!! Baci
De Branca de Neve a 6 de Junho de 2005 às 22:47
Caro jovem carteiro...há muito que não fazia comentários no seu blog, mas...por motivos obvios tenho de emitir agora este pequeno comentário. Assim, desde já lhe agradeço o facto de ter comentado o tema que lhe propus mesmo não gostando dele. Devo confessar-me positivamente surpresa pela forma como o abordou, afinal não sabe apenas "filosofar" sobre aspectos relacionados com o existencialismo, mas também que aspectos relativos à sociedade. Despeço-me então fazendo-lhe apenas um pequeno pedido: aborde mais vezes temas da actualidade, dado que me interesso muito pelos mesmos (mas...quem sou eu... O blog é seu!). Bjitos.

Comentar post

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.links

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds